TCE

Cabral deve ‘dedurar’ esquema das Olimpíadas no próximo dia 23 e pode sobrar para Dilma

O novo encontro entre o juiz Marcelo Bretas e o ex-governador Sérgio Cabral Filho está marcado para o próximo dia 23 de maio.

A estratégia definida por Cabral juntamente com o seu novo advogado Márcio Delambert é assumir alguns crimes e detalhar o envolvimento de outros participantes com o objetivo de reduzir penas futuras e demonstrar que uma eventual delação dele pode ser bastante interessante e reveladora.

Então, nesse raciocínio, é provável que alguns relatos sobre as Olimpíadas de 2016 comecem a ser feitos.

O jornalista Guilherme Amado da Revista Época diz o seguinte sobre o assunto:

“O governador que ajudou a levar a Olimpíada de 2016 para o Rio vem preparando relatos bem interessantes sobre como a cidade, embora tenha sido a menos bem avaliada do ponto de vista técnico, ganhou nos votos dos integrantes do Comitê Olímpico Internacional e destronou Chicago, Tóquio e Madri.”

Na verdade, a Olimpíada foi uma intensa fonte de propina que perdurou durante todo o primeiro mandato de Dilma Rousseff.

da Redação

Comentários