Homem que espancou professor Benê Cantelli pode ser denunciado por tentativa de homicídio

O professor 'Benê Cantelli', que nas décadas de 70 e 80 dirigiu o Colégio Objetivo/Dom Bosco em Campo Grande e que depois fundou o Colégio Objetivo de Dourados, foi espancado nesta quarta-feira (4) pelo seu ex-genro Marcelo Viana Andreatta, filho do dono da concessionária Hyunday na cidade.
O rosto do professor Benê ficou completamente desfigurado.
Benê, rosto desfigurado e risco de morte
Benê, rosto desfigurado e risco de morte
O professor tem 67 anos de idade, enquanto que o agressor tem apenas 36. 
Um ato extremamente covarde, independente das motivações.
O fato é que já há algum tempo, Marcelo vem tendo desentendimentos com a sua ex-mulher, Adriana, filha de Benê, possivelmente por conta da questão da visitação dos filhos.
Há alguns meses atrás, Marcelo fez ameaças a Adriana,
Marcelo Andreatta
Marcelo Andreatta
o que provocou a lavratura por parte desta de um boletim de ocorrência. O rapaz já foi denunciado pelo Ministério Público e a denúncia foi recebida pelo Poder Judiciário, estando o valentão respondendo a uma ação criminal por conta desses fatos.
Eis que agora, após as ameaças desferidas contra a ex-mulher, talvez por conta do testemunho prestado por Benê no processo anterior, Andreatta resolveu investir com extrema violência contra o professor.
Marcelo teria invadido a casa de Benê Cantelli e o agredido com socos, principalmente no rosto. 
Pela idade do professor Benê Cantelli e a violência das agressões desferidas, o Ministério Público tem todas as condições de oferecer denuncia contra Andreatta pelo crime de tentativa de homicídio.
 

                                 https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça