A história linda contada pela esquerda, mas que na maior parte é mentira

Joana D Arc Félix de Sousa, de 55 anos, é desmascarada pelo Estadão

A história contada pela esquerda era linda: mulher negra, paupérrima, entrou na universidade aos 14 anos de idade, ganhou uma bolsa da CAPES e concluiu com louros um pós-doutorado na Harvard University, quando se tornou professora no Centro Paula Souza, em São Paulo.

Assim como eu havia ficado comovido com a história da professora desde sua primeira entrevista ao Estadão, o mesmo aconteceu com a TV Cultura, que gravou com ela um Roda Viva, e com a Globo Filmes, que anunciou aprodução de um filme sobre a inspiradora trajetória.

Pois é...

O Estadão decidiu investigar e acabou descobrindo que a maior parte dessa história é MENTIRA! A TV Cultura cancelou a exibição do programa e a Globo Filmes ainda não se pronunciou.

Veja a matéria completa do Estadão clicando aqui.

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Comentários