"Esse japonês vai ser nosso próximo Lindbergh"

Foi a primeira impressão, que tive, assim que vi o Kataguiri. E, pior, ele é mais inteligente do que o petista fluminense. O que o torna ainda mais perigoso.

Quando disse isso, naquele período "pré-impeachmet", quase fui linchado. O MBL, à frente das manifestações, era o grupo de "heróis nacionais".

Tenho minhas opiniões particulares sobre o impeachment da Dilma. A maioria, ainda hoje, bastante criticada.

Acredito que foi um movimento da própria esquerda, para salvar o que restava do PT. Usaram a presidente como "boi de piranha".

O certo, naquele caso, era enquadrar o partido no art. 28 da lei 9096, devido à sua filiação ao Foro de São Paulo (fato de domínio público, constante no site da entidade) e CANCELAR O SEU REGISTRO JUNTO AO TSE. Obviamente, isso não era interessante para o establishment e o Congresso não teria peito de mexer nesse vespeiro.

Encenaram, então, um MEGA TEATRO.

Pegaram 3 esquerdistas: Reale, Bicudo e Paschoal (sim. A Janaína já SE DECLAROU de esquerda, por diversas vezes); Fizeram uma manobra jurídica de "dar nó em pingo d'água"; Organizaram um impeachment que salvava a esquerda e, de quebra, colocava no poder uma "direita golpista" (o Temer. HA HA HA), que faria algumas reformas impopulares (como a trabalhista) e isso "queimaria" o movimento destro que era nascituro.

Para "inflamar", ainda mais, a já inflamada população, surgiu um grupinho de jovens, com uma imensa capacidade organizacional e MUITO dinheiro, que começou a "coordenar" as manifestações.

Com uma análise um pouco mais atenta, percebia-se que não passavam de um PSDB com espinhas.

Oras, meus camaradas, COMO aqueles moleques tinham tamanha estrutura? De onde vinha o dinheiro? LÓGICO que tinha alguém "graúdo" por trás.

"FOLLOW THE MONEY", como dizem os gringos.

Pouco antes da eleição, Kim chegou a dizer que preferia o Alckmin ao Bolsonaro, na presidência. O grupelho só se aproximou do capitão quando percebeu que conseguiria pegar o "vácuo" e eleger seus candidatos.

NUNCA AJUDARAM EM NADA. Pelo contrário. Foram ajudados!

Hoje, mais do que nunca, digo com convicção: Calar a boca, para prezar a "harmonia" entre a direita é o MAIOR ERRO QUE COMETEMOS (Me incluo nessa. Mea Culpa!).

A nossa cumplicidade silenciosa foi a responsável pelo crescimento destes e de outros aproveitadores que, hoje, ocupam uma cadeira no Congresso Nacional.

Não me venham, mais, com esse papinho de que não podemos "dividir" a direita. Ela JÁ ESTÁ DIVIDIDA. Somos NÓS, que lutamos pelo Brasil de fato, contra TODO O RESTO.

Está na hora de DEFINIR quem é quem!

"Pássaros da mesma plumagem voam juntos" - (Provérbio Inglês)

Felipe Fiamenghi

O Brasil não é para amadores.

Comentários