Belfort, convincente, nocauteia novamente Dan Henderson. (Assista a luta)

Empurrado pelo tradicional coro 'Uh! Vai morrer!', Vitor Belfort mostrou na madrugada deste sábado para domingo que ainda é um 'fenômeno'.
Em grande estilo ele nocauteou Dan Henderson aos 2m07s do primeiro round do duelo principal do UFC São Paulo.
A luta começou bastante cautelosa, com Vitor Belfort e Dan Henderson  apenas se estudando. Entretanto, quando o brasileiro decidiu exibir seu arsenal, precisou de poucos segundos para reforçar que ainda está dentre os melhores do peso-médio. Com um chute alto, que explodiu na cabeça de "Hendo", o "Fenômeno" abriu caminho para a vitória e, após castigar o oponente no chão, faturou o nocaute.
- Quero agradecer ao povo brasileiro que ficou acordado até de madrugada para me apoiar, no meio desta crise, com esse governo corrupto que precisa acabar. Fora governo corrupto! Consciência, Brasil! A consciência de vocês tem que estar bem atenta agora, porque é o momento de mudança. Estou aqui para provar isso: você às vezes cai, mas cai de cabeça para cima, e a gente se levanta - discursou Belfort após a luta.
Após a derrota para Chris Weidman, Belfort retoma os holofotes da categoria com uma apresentação convincente e avassaladora, assinalando o 25º triunfo de sua longa carreira no MMA. Henderson, por sua vez, vai se aproximando da aposentadoria. O americano, de 45 anos, perdeu três de suas últimas cinco lutas na organização, retrospecto aquém de sua história no esporte.

Confira os resultados completos do "UFC: Belfort x Henderson 3":
CARD PRINCIPAL
Vitor Belfort venceu Dan Henderson por nocaute aos 2m07s do R1
Glover Teixeira venceu Patrick Cummins por nocaute aos 1m12s do R2
Thomas Almeida venceu Anthony Birchak por nocaute aos 4m24s do R1
Alex Cowboy venceu Piotr Hallmann por nocaute aos 51s do R3
Rashid Magomedov venceu Gilbert Durinho por decisão unânime
Corey Anderson venceu Fábio Maldonado por decisão unânime
CARD PRELIMINAR
Gleison Tibau venceu Abel Trujillo por finalização aos 1m45s do R1
Johnny Case venceu Yan Cabral por decisão unânime
Thiago Tavares venceu Clay Guida por finalização aos 39s do R1
Chas Kelly venceu Kevin Souza por finalização aos 1m56 do R2
Viscardi Andrade venceu Gasan Umalatov por decisão unânime
Jimmie Rivera venceu Pedro Munhoz por decisão dividida
Matheus Nicolau venceu Bruno Korea por finalização aos 3m27s do R2

                               https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Esportes