Janaina Paschoal e Kim Kataguiri não farão falta domingo (Veja o Vídeo)

Onipresente e invisível.

Esse é o título de um artigo belíssimo do Filósofo Olavo de Carvalho, publicado no Diário do Comércio de 26 de março de 2012 e reproduzido no seu "best seller": "O mínimo que você precisa saber para não ser um idiota".

A população brasileira estará presente nas ruas, praças e avenidas de todos os Estados da federação no próximo domingo, dia 26 de maio deste ano de 2019.

Seremos cada um e formaremos um todo. A onipresença da mesma postura, da mesma intenção, dos mesmos ideais, de idênticas condutas.

Queremos um país liberto da corrupção, do sequestro de corporações políticas, partidárias e judiciárias que aparelham as estruturas de Estado.

Não queremos o fim das instituições. Queremos a libertação delas.

Não queremos o fim da democracia, queremos o seu fortalecimento.

Não queremos invadir nada, que não sejam os caminhos, as vias e os acessos que levem a uma nova postura e a um novo pacto social.

Cada um de nós, sem poder, mas com autoridade - anonimamente - não será invisível.

Quem vai nos guiar são os bons ventos que querem varrer do Brasil o "sistema que deixou de existir".

O deputado Kim Kataguiri e a deputada Janaina Paschoal não vão estar conosco. Mas também não farão falta.

O primeiro, picado pela mosca azul do lugar comum, já trabalha seu alpinismo político em busca de formação de consensos que levem a aprovação de sua candidatura à Prefeitura de São Paulo.

Já a nobre colega advogada, que inconscientemente se porta como a dona da primazia da derrubada do petismo, vai esbarrar com a verdade e perceber que atrás de si já não existe rebanho, nem discípulos, nem fieis...

Ambas personagens tiveram a sua importância no passado recente. Mas, se equivocam quando pensam e se colocam escravos das suas vaidades e ambições pessoais.

Terão uma linda lição no domingo, que talvez os faça mudar de postura.

Assistirão do conforto da acomodação dos seus lares, a "mobilização das massas", que segundo o grande Olavo de Carvalho, é a "mais formidável máquina de pressão política e intimidação psicológica que o mundo já conheceu".

Só que desta vez, em sentido diametralmente oposto ao sonho de Antônio Gramsci.

Então, verão que se auto colocaram num lugar que vão ter dificuldade de sair. Ao invés da estrada da nova política, estarão na via marginal assistindo a mudança passar.

Ah, coitados...

Assista ao vídeo:

Luiz Carlos Nemetz

Advogado.Vice-presidente e Chefe da Unidade de Representação em Santa Catarina na empresa Câmara Brasil-Rússia de Comércio, Indústria e Turismo e Sócio na empresa Nemetz & Kuhnen Advocacia.
@LCNemetz

Comentários