Os ministros investigados no quadrilhão do PT totalizam 18 nomes

Dezoito (18) ministros da "Era PT" estão sob investigação de desvio de recursos das mais diversas áreas, 4 de Lula, 10 de Dilma e outros 4 comuns aos dois governos.

Alguns já foram condenados e os processos remetidos às outras instâncias.

E ainda vemos petistas pedindo exoneração dos ministros do atual governo? Gente...

Estamos colocando a ponta do nariz para fora do buraco onde fomos enterrados, já temos ar nos pulmões, mas é só a ponta do nariz!!

Vamos demorar anos para nos recuperar e seria mais fácil se boa parte dos brasileiros não estivessem tão apegados ao partido que colocou toda essa gente aí...

Não precisa começar a gostar do atual governo, mas, pelo menos, entender o que aconteceu conosco para termos mudado radicalmente de direção.

Não adianta usar exemplos da história nazista para impressionar, se você não tem a mínima noção da história recente do teu próprio país.

É contemporâneo, você faz parte dessa história, interprete!

O povo não votou em Bolsonaro para "oprimir" alguém, votou por sobrevivência financeira!!!

Conheça os nomes e cargos dos investigados:

José Dirceu (PT, Casa Civil, Lula) Alfredo Nascimento(PR, Transportes, Lula e Dilma)

Paulo Bernardo (PT, Planejamento e Comunicações, Lula e Dilma)

Agnelo Queiroz (PCdoB, Esporte, Lula), Aloizio Mercadante (PT, Educação, Dilma), Antonio Palocci (PT, Casa Civil, Dilma), Edinho Silva (PT, Comunicação, Dilma), Edison Lobão (PMDB, Minas e Energia, Dilma),

Jaques Wagner (PT, Defesa-Civil, Dilma),

José Eduardo Cardozo (PT, AGU, Dilma), Mario Negromonte (PP, Cidades, Dilma),

Orlando Silva (PCdoB, Esporte, Lula).

Carlos Gabas (PT, Previdência, Lula e Dilma), Fernando Pimentel (PT, Desenvolvimento, Dilma)

Guido Mantega(PT, Fazenda, Lula e Dilma), Ideli Salvatti(PT, Dilma)

Silas Rondeau (Minas e Energia).

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Político - Universidade Estácio de Sá - RJ.

Comentários