Na luta contra o impeachment, Dilma entrega direção dos Correios para um médico do PDT

A presidência dos Correios, uma empresa que já foi exemplo de gestão, acaba de ser negociada pela presidente Dilma Roussef.
Em decreto publicado no "Diário Oficial da União", a petista nomeou para o cargo o ex-deputado federal Giovanni Queiroz (PDT-PA).
O novo presidente, além de médico, é agropecuarista. Sua única experiência em administração pública foi na década de 70, quando foi prefeito da cidade de  Conceição do Araguaia, no Pará, atualmente com 45 mil habitantes.
A nomeação de Giovanni Queiroz é mais uma tentativa da presidente Dilma Roussef, de restabelecer a fidelidade da base aliada no Congresso Nacional.
A mudança foi muito mal recebida pelo PT, que controla os Correios desde 2011. O partido tem reclamado da perda de espaço nos cargos de segundo e terceiro escalões do governo federal, que têm sido entregues a partidos da base aliada que têm ajudado a impor derrotas ao Palácio do Planalto na Câmara dos Deputados.
O ex-presidente da empresa estatal, Wagner Pinheiro, é aliado do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva e ajudou a coordenar a equipe do governo de transição do petista em 2002.
Além dos Correios, o PT perdeu o comando do Sebrae, que foi entregue ao ex-ministro Guilherme Afif Domingos (PSD), e deve deixar a presidência da Sudene (Superintendência do Desenvolvimento do Nordeste), posto estratégico para a sigla no Nordeste.


                                 https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política