Marquinhos Trad, o prefeito que destruiu o comércio de uma Capital

Um alucinado, totalmente débil e sem noção.

O sujeito impôs a falência a comerciantes tradicionais de Campo Grande, Capital de Mato Grosso do Sul.

Com uma obra mal planejada simplesmente fechou a principal artéria comercial da cidade, a rua 14 de julho.

O DNA não nega. Membro de uma família de políticos, o irmão, Nelsinho Trad, ex-prefeito e atualmente senador, responde a inúmeros processos por improbidade administrativa e corrupção. Estranho que tenha conseguido se candidatar ao senado e alcançado o tão almejado foro privilegiado, sonho de consumo de todo canastrão.

O atual prefeito, por sua vez, faz uma administração medíocre e resolveu mudar radicalmente o centro da cidade, a custa de muitos e muitos milhões, inúmeros aditivos contratuais e muita irresponsabilidade.

Eleito em 2016, em meio a um turbilhão de acusações, inclusive a de que era “fantasma” da Assembleia Legislativa de Mato Grosso do Sul, na época em que cursava direito no Rio de Janeiro, Marquinhos não deve lograr êxito numa eventual tentativa de reeleição.

Os eleitores presentemente estão muito mais responsáveis e não arriscarão deixar a cidade por mais um período nas mãos desse incompetente.

Lívia Martins

Articulista e repórter
livia@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários