Vereadora de Goiânia quer horários alterados para servidores assistirem Copa do Mundo Feminina

Questões que "realmente importam" e falta de responsabilidade com recursos públicos.

Já parou pra analisar como seu dinheiro está sendo gasto hoje?

A vereadora Sabrina Garcez encontrou um problema: a Câmara Municipal de Goiânia estava ajustando seus horários aos jogos da seleção brasileira de futebol masculino durante a copa. Em outras palavras, não trabalham durante os jogos.

Era de se esperar que a solução proposta para este problema fosse pedir para que nossos vereadores cumprissem seus horários para os quais são pontualmente pagos (ou no mínimo compensassem em outros dias).

Mas a solução encontrada foi outra, para resolver o problema dos vereadores não dando expediente durante a as partidas da seleção masculina, o correto é que eles também não deem expediente durante as partidas da seleção feminina!! Entenderam? Nem eu.

Segundo a vereadora, isto traz igualdade para os gêneros: "Essas diferenças partem de olhar que privilegia os homens e coloca as mulheres em segundo plano, mesmo realizando as mesmas atividades”

É incrível como as políticas de vitimização feminista estão se impondo em cima até mesmo da utilização responsável dos recursos públicos. Recursos que vem dos impostos pagos por mulheres e homens. A melhor igualdade que nossos vereadores podem propiciar é respeitar o dinheiro do povo.

É até injusto falar somente da vereadora Sabrina aqui, conta-se nos dedos da mão esquerda do Lula os vereadores de Goiânia que não estão agindo para atrapalhar a vida do cidadão.

(Texto de Frederico Rodrigues).

Frederico Rodrigues

Analista Político e Membro da Direita Goiás.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários