Adélio Bispo é considerado inimputável e é absolvido

O homem que quase assassinou o Presidente da República Jair Bolsonaro não deve mais nada para a Justiça. Está absolvido.

A decisão se baseia no fato de Adélio ter sido considerado inimputável.

Apesar da absolvição, Adélio vai continuar no Presídio de Segurança Máxima de Campo Grande (MS), na condição de ‘internado’.

Daqui três anos ele será submetido a novos exames mentais.

Se estiver ‘curado’, poderá ser solto.

É lamentável, pois percebe-se que Adélio agiu com estratégia e habilidade no cometimento do crime.

Não pareceu coisa de ‘doido’.

Fonte: Crusoé

da Redação

Comentários