TCE

O meliante Lula revela a “dura” que deu no dono da Rede Globo, exigindo mais espaço no jornal (Veja o Vídeo)

Deixem Lula falar que ele aos poucos vai revelando como eram as suas relações promíscuas no exercício do poder.

Em entrevista concedida para a imprensa militante, no último dia 13 de junho, empolgado, o presidiário fanfarrão relatou os encontros teve com os ‘barões’ da grande imprensa nacional.

“O coitado do Zé Dirceu cansou de jantar com o Roberto Civita (dono da Editoral Abril)”, conta Lula.

Na sequência ele diz o seguinte:

“O João Roberto Marinho (dono da Rede Globo) vivia conversando com o Palocci, com o Guido Mantega, com o José Dirceu, conversava comigo e conversava com a Dilma”.

Sob os olhares dos entrevistadores, dois medíocres jornalistas militantes, que não ousaram perguntar qual o teor dessas conversas que envolviam os ministros da Fazenda e da Casa Civil e o próprio presidente e que eram frequentes, como demonstra a própria narrativa de Lula, o presidiário avançou e fez a seguinte revelação:

“(…) eu era candidato a reeleição e nós chamamos o João Roberto Marinho para conversar sobre o papel do O Globo na campanha (...)”.

Em seguida, Lula prossegue, relata sobre a prensa dada no dono da Globo, como se tudo isso fosse algo absolutamente normal.

É efetivamente um presunçoso, desonesto e psicopata, que não consegue ver mal nenhum em sua conduta obscena e despudorada.

Por essa e outras razões que Lula deve realmente se sentir um injustiçado, afinal tudo que roubou foi por uma causa.

O projeto criminoso de poder do PT.

Veja o vídeo:

Otto Dantas

Articulista e Repórter
otto@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários