A Justiça de MS e os seus desembargadores que trabalham de madrugada e nos finais de semana

Tudo indica que a defesa do ex-deputado federal Edson Giroto estudou minuciosamente a escala de plantonistas do Tribunal de Justiça de Mato Grosso do Sul. 
Aguardou chegar a vez do desembargador Claudionor Miguel Abss Duarte, o mais antigo do tribunal, oriundo da advocacia e seriamente envolvido em inúmeros casos polêmicos.
Recentemente, quando estourou o escândalo do Hospital do Câncer, gravações  realizadas pela Polícia Federal, com autorização da Justiça e que chegaram ao conhecimento popular através da Rede Globo, flagraram o médico Adalberto Siufi buscando orientação justamente com o desembargador Claudionor, que, como se fosse advogado, orientou o amigo, como se fosse um cliente.
E na decisão deste sábado (14) ele concedeu habeas corpus para Edson Giroto e estendeu o benefício para todos os outros envolvidos. 
Uma verdadeira festa de imoralidade e injustiça, que atrapalha totalmente às investigações.
Uma total falta de responsabilidade e bom senso. Um desrespeito à polícia, ao MP, ao juiz que decretou à prisão e a sociedade de Mato Grosso do Sul.
Lívia Martins
Faça contato e envie denúncias para: liviamartins.jornaldacidade@gmail.com


                                   https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Direito e Justiça