Professor espertalhão deixa o PSOL para ser indicado reitor, mas Bolsonaro, atento, não cai

O professor Fábio Cesar da Fonseca foi fundador do PSOL.

Ou melhor: saiu do PT para fundar o PSOL.

Foi filiado ao PT de 1990 até 2005 e ao PSOL de 2007 até 2018.

Vaidoso, com sede de poder, candidatou-se a reitor da Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM), dominada pela esquerda.

O professor psolista foi o mais votado no pleito realizado em 2018 e saiu encabeçando a lista que seria enviada ao Presidente da República.

Ainda no ano passado, silenciosamente, providenciou sua desfiliação partidária, logo após perceber que Bolsonaro seria eleito presidente.

Repentinamente, travestiu-se num mero professor apartidário.

Bolsonaro, atento, simplesmente o ignorou.

Não importa que tenha sido o mais votado. Não será reitor. Ponto final.

O professor Luiz Fernando dos Santos já está nomeado.

da Redação

Comentários