"A Folha come na mão do crime organizado", dispara procurador

A conivência da Folha de S. Paulo com o The Intercept vem mexendo com os brios das autoridades.

O procurador aposentado, Carlos Fernando dos Santos Lima, foi ao Facebook externar sua indignação com o baixíssimo nível moral e o "jornalismo" tendencioso do veículo.

"Não foi somente o escândalo que encolheu, pois ao publicar material apócrifo, de origem criminosa, e de cuja fonte não lhe foi compartilhada, a Folha de São Paulo acabou por se revelar um pigmeu moral que come nas mãos d'A Interceptadora' e do crime organizado."
"Para libertar Lula e destruir a Lava Jato vale até ser conivente com o crime."
"A Folha de São Paulo comeu na mão d'A Interceptadora'."
"Sim, Folha, foi hackeamento criminoso. Autoridades tiveram seus celulares invadidos sem ordem judicial. Isso é crime!"
"A Folha de São Paulo tornou-se sucursal d'A Interceptadora."

É o que se houve quando se tenta salvaguardar sob a tutela do jornalismo toda sorte de práticas moralmente condenáveis.

da Redação

Comentários