As 5 perguntas que o covarde jornalista americano não se atreveu a responder (Veja o Vídeo)

Na Comissão de Direitos Humanos da Câmara Federal, os deputados da esquerda, principalmente do PT, PCdoB e PSOL, quase todos envolvidos nos esquemas de corrupção da era PT, prepararam uma encenação para paparicar o criminoso Glenn Greenwald.

Um bando de parlamentares implicados com denúncias de corrupção, afagando um gângster travestido de jornalista.

Um lamentável e deprimente espetáculo.

Até surgir Filipe Barros, do PSL.

Antes de iniciar a formular suas perguntas, o brilhante deputado ressaltou a importância da Lava Jato no combate a criminalidade e a corrupção e fez questão de ressaltar que ali, naquele plenário, estavam sentados alguns réus da operação, que justamente por isso, essas pessoas ignoravam os casos gravíssimos investigados.

Glenn não foi capaz de responder a nenhuma das perguntas de Filipe.

O gringo mostrou a sua fraqueza moral e a inconsistência do material hackeado.

Lívia Martins

Articulista e repórter
livia@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários