Felipe Santa Cruz impõe a OAB a mais absoluta desmoralização de sua história

Conduzir uma entidade como a Ordem dos Advogados do Brasil com base em inconfessáveis interesses pessoais e em despudorado víeis ideológico não poderia apresentar bons resultados. De fato, transformou-se num desastre.

Felipe Santa Cruz está conseguindo desmoralizar completamente a entidade dos advogados.

A situação está se tornando intolerável e a insatisfação da classe é notória.

Também pudera, a OAB está abraçando bandeiras totalmente em confronto com os interesses da sociedade e do país. E, pior, em confronto com a legalidade.

Ademais, invariavelmente, a entidade tem tomado posições contraditórias, sempre movida pelo bel prazer de Santa Cruz.

Duas intervenções judiciais da entidade estão sendo bastante criticadas. O Mandado de Segurança impetrado para garantir o sigilo telefônico de Adelio Bispo de Oliveira e o Habeas Corpus proposto no Supremo Tribunal Federal em favor da JBS.

Em contrapartida, ante o crime praticado pelo pseudo jornalista americano Glenn Greenwald, a famigerada gestão de Felipe Santa Cruz, mesmo sem qualquer comprovação de veracidade das mensagens divulgadas e sem que se vislumbrasse qualquer ato ilícito, ‘exigiu’ o afastamento do Ministro Sérgio Moro e do Procurador Deltan Dallagnol.

A OAB sim, está desmoronando.

É uma pena!

Amanda Acosta

Articulista e repórter
amanda@jornaldacidadeonline.com.br

Comentários