TCE

A revelação contida nas entrelinhas das críticas de procuradores a Sérgio Moro

Se os procuradores da Lava Jato criticaram Sérgio Moro por ele ter aceito o cargo no governo, isso significa que não houve um acordo entre Moro e o ministério público para prenderem Lula em troca do cargo!

Simples assim!

Essa é a narrativa da esquerda que o próprio vazamento das conversas tratou de derrubar.

A condenação da cúpula do PT foi algo natural, as provas começaram a surgir nas investigações desde 2014 porque as empresas envolvidas tinham DEPARTAMENTOS DE PROPINAS tão organizados quanto a contabilidade formal.

Eram planilhas, documentos, contas em paraísos fiscais, moedas de todas as espécies, bens e serviços em troca de favores e a contratação de "palestras" e "consultoria" para justificarem os valores que a empresa pagaria aos corruptos; quando a polícia chegou nos chefes da Odebrecht & Cia, eles abriram a boca em troca de não perderem todo patrimônio acumulado à custa de muita propina, eles mostraram os documentos salvos no departamento de propina e por essa os políticos não esperavam!

Eles tinham "O crime organizado"!

Baseados nessas milhares de páginas de provas, os juízes sentenciaram Lula e mais 155 corruptos de todos os partidos.

Mas para o PT o único "inocentO" é o Lula.

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Político - Universidade Estácio de Sá - RJ.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários