Lava Jato nas ruas prende procurador suspeito de corrupção

Não obstante os recentes ataques desferidos pela bandidagem, com base em mensagens roubadas e adulteradas - conforme já comprovado - a Lava Jato não dá trégua e prossegue na sua luta contra a corrupção.

Apartidária e imparcial, a operação não poupa nenhum tipo de envolvido em esquemas ilícitos.

Nesta segunda-feira (1º) um procurador do estado do Rio de Janeiro foi preso.

Renan Saad é suspeito de receber R$ 1,265 milhão em pagamentos da Odebrecht relacionados à mudança do traçado das obras do metrô do Rio.

De acordo com a força-tarefa, somente através da Odebrecht foram distribuídos R$ 59,2 milhões em propinas, relativas à expansão do metrô.

A investigação deve assumir contornos mais agressivos, ante a já anunciada possibilidade do ex-governador Sérgio Cabral detalhar casos de corrupção relativos as obras para as Olimpíadas.

da Redação

Comentários