TCE

General Heleno detona nota injuriosa de Ricardo Noblat

O jornalista Ricardo Noblat, um dos mais enfronhados na campanha insidiosa da Revista Veja contra o governo do presidente Jair Bolsonaro, publicou nesta segunda-feira (1) uma nota infame envolvendo o General Augusto Heleno.

Veja abaixo o que disse Noblat:

“Se, como promete, o ex-governador Sérgio Cabral puser o empresário Carlos Arthur Nuzman no meio da roda dos investigados por compra de votos para que o Rio sediasse a Olimpíada de 2017, o general Augusto Heleno, ministro do governo Jair Bolsonaro, poderá ser chamado para depor.
O general foi o principal assessor de Nuzman durante os jogos.”

A resposta foi imediata e implacável, digna de um grande e austero general:

"Em relação ao artigo “O general e seu labirinto”, publicado por Ricardo Noblat, em 01 Jul 19, na Veja.com, informo o seguinte:
1. Jamais fui o principal assessor do então Presidente do Comitê Olímpico Brasileiro, Carlos Arthur Nuzman;
2. Não participei da candidatura do Rio de Janeiro para sediar os JO de 2016; nem do Comitê Organizador dos Jogos;
3. Fui admitido no Comitê Olímpico do Brasil (COB), em meados de 2011, para ser Diretor do Instituto Olímpico Brasileiro, área de educação do COB.
4. Cabe lembrar ao jornalista que a escolha do Rio de Janeiro ocorreu em 02 Out 09, cerca de dois anos antes da minha admissão. Nessa data, eu ainda estava no serviço ativo do Exército Brasileiro;
3. A liberdade de imprensa exige, como contrapartida, honestidade intelectual dos jornalistas e seu artigo, publicado sem consulta prévia aos citados, repassou varias inverdades ao leitor do Grupo Veja.
4. Sugiro ao jornalista que melhore suas fontes.
Gen Augusto Heleno"
da Redação

Comentários