Glenn Greenwald realmente ganhou um Pullitzer? Entenda...

Em 1999, no 56th Golden Globe Awards, o longa "Central do Brasil" ganhou o Globo de Ouro de Melhor Filme Estrangeiro. A diva Fernanda Montenegro foi indicada como Melhor Atriz, mas não ganhou. O prêmio ficou com Cate Blanchett, por sua atuação impecável em "Elizabeth".

Pergunto: a partir deste fato, é possível dizer que Fernanda Montenegro tem no currículo um Globo de Ouro?

Não, não é possível. Não seria verdade.

O que podemos dizer é que "Central do Brasil" ganhou um Globo de Ouro, mérito de toda produção, direção e elenco deste filme, que é belíssimo. Aliás, isso não diminui um milímetro sequer do talento daquela que é considerada a maior atriz brasileira de todos os tempos.

Ainda assim, "Fernandona" não ganhou o Globo de Ouro. Quem ganhou foi o filme, a obra, o conjunto.

Tudo isso para dizer, didaticamente, que é horrível quando uma pessoa, em nome do ego, do autoelogio rastaquera, diz ter um prêmio no currículo quando, na verdade, esse prêmio foi concedido ao conjunto da obra, algo que implica o reconhecimento do trabalho de centenas de pessoas e não apenas de uma.

Isso também não significa que a pessoa não tem talento. Ao contrário. Mas, sob nenhum aspecto — nem em licença poética —, ela pode se autoproclamar detentora do título, especialmente quando havia uma categoria específica e individual para a qual ela sequer foi indicada.

Há quem goste de fingir ser maior e melhor do que de fato é, viciado na mentira sobre si mesmo.

Sábio Mario Quintana quando escreveu:

"A mentira é uma verdade que se esqueceu de acontecer."

Entendedores, entenderão.

Helder Caldeira

Escritor, Colunista Político, Palestrante e Conferencista
*Autor dos livros “Águas Turvas” e “A 1ª Presidenta”, entre outras obras.

Comentários