A liberação de verbas para parlamentares é uma imposição do orçamento impositivo

Isso você não vai ver na TV porque não interessa que você saiba:

Achou muito dinheiro o valor de verbas parlamentares liberadas pelo governo?

Eu também, mas sabia que ela foi aprovada pelo Congresso, (contra a vontade do governo) e elas representam só 1% do valor arrecadado no último ano? Um por cento do total!

Já no ano de 2020 o valor será de 0.8% da arrecadação, em 2021 volta a ser 1% e nos anos seguintes será 1% + a inflação.

Está preocupado com o teto de gastos?

A matéria aprovada coloca uma trava no índice de correção desses valores, só daqui 3 anos.

Não interfere em nada!!! É só uma forma para evitar que apresentem uma nova proposta com valores mais altos.

Isso é ruim para o povo? Não! Desde que a verba chegue inteira até os municípios!

Fale com seu vereador de confiança, cabe a ele fiscalizar e denunciar quando o valor é desviado!

Essa PEC estava parada desde 2015 e saiu da gaveta misteriosamente, sendo aprovada numa votação relâmpago por 453 x 6.

Entre os 6 contrários estavam Joice Hasselmann (PSL-SP), Bia Kicis (PLS-DF) Luiz Philippe de Orléans e Bragança (PSL-RJ), todos do partido do presidente.

Entre no link e veja a lei completa no site do Congresso.

Não acredite em tudo o que falam na TV.

Tire tuas próprias conclusões!

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Político - Universidade Estácio de Sá - RJ.

Comentários