A Folha e a manchete farsante desta segunda-feira (15)

O título trazido pela Folha de S.Paulo nesta segunda-feira (15):

Ministros do STF ironizam e questionam decisão do CNMP de não investigar palestras de Deltan.

A própria matéria da Folha, publicada no domingo (14), sobre as tais palestras, não obstante o título vil e escancaradamente mentiroso - “Deltan montou plano para lucrar com fama da Lava Jato, apontam mensagens” – demonstra que o procurador doava os valores obtidos com o trabalho para entidades anticorrupção. Algo louvável e extremamente elogiável.

Entretanto, prosseguindo na sua campanha difamatória, em conluio com o pseudo jornalista Glenn Greenwald, o jornal, em nova matéria, se refere a ‘ministros’ do STF – que teriam ironizado a decisão do CNMP de não investigar Deltan - sem apontar os nomes dos tais ministros, genericamente, irresponsavelmente e, provavelmente, falsamente.

Deltan, por sua vez, em resposta, humilha a Folha:

”Realizo palestras para promover a cidadania e o combate à corrupção. A maior parte delas é gratuita e, quando remuneradas, são declaradas em imposto de renda e doo parte dos valores para fins beneficentes”.

A intenção do jornal é clara. Assassinato de reputação, fazendo uso da torpeza, da maledicência e da evidente picaretagem editorial.

Que lástima!

da Redação

Comentários