PCC e militantes do PT atuavam juntos para coagir sem-teto, diz MP

Em denúncia assinada pelo promotor Cassio Roberto Conserino, do Ministério Público de São Paulo (MP-SP), 19 integrantes de movimentos de sem-teto de São Paulo, em parceria com militantes do PT e PCC, são acusados de extorsão por cobrar aluguel de moradores de prédios invadidos e ameaçar “inadimplentes”.

Segundo o promotor, as vítimas inadimplentes sofriam violências e ameaças, com apoio do PCC, para serem expulsas da "invasão".

Além disso, os "moradores" eram forçados “a votar em integrantes do PT, mudar o título eleitoral para o centro de São Paulo, participar de invasões a novos prédios e, por fim, participar de atos em apoio ao ex-presidente Lula e à ex-presidente Dilma”.

Mais um escândalo envolvendo o partido da "alma mais honesta deste país". Lamentável e um tanto quanto previsível de que um dia esse caso viria à tona.

da Redação

Comentários