Militantes fascistas cercam o ministro da educação, hostilizam e o chamam de “fascista” (Veja o Vídeo)

De férias, com a família, a esposa e três crianças, o ministro Abraham Weintraub foi cercado por pseudo estudantes, militantes de esquerda. Um deprimente espetáculo de intolerância.

O ministro não se intimidou.

No Twitter ele denunciou a agressão.

“Pretendo passar alguns dias no Pará, Santarém, com minha família. Nossos três filhos pequenos de férias, jantando comigo e minha esposa em uma praça. Advinhem...os mesmos que se dizem defender os direitos humanos nos cercaram...as crianças ainda estão chorando!”
“Covardes!!! Chê matou um menino de 9 anos que ousou interceder pelo pai. Lembrei do episódio. Meus filhos ficaram comigo, não correram, mas estão chorando. Não existe respeito pela família, mulher, crianças. Chê era isso, o paradigma do mau caráter. Não tenho medo!”

Quem são os fascistas?

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários