Juiz pede à Apple, Google e Microsoft mensagens privadas e arquivos dos suspeitos por hackeamento de Moro

O juiz Vallisney de Souza Oliveira determinou a quebra do sigilo telemático dos envolvidos no caso do hackeamento do ministro Sérgio Moro e Deltan Dallagnol.

Ele pede Que Google, Apple, UOL/BOL e Microsoft entreguem as comunicações privadas relativas aos últimos seis meses bem como todos os arquivos armazenados nos servidores das empresas.

“Oficiem-se às empresas Apple Computer Brasil Ltda, Google, Uol/Bol e Microsoft para que forneçam os dados cadastrais, os registros IP de acesso e Mac address dos últimos seis meses, além de todos os dados e arquivos em nuvem e armazenados referentes às contas de e-mail indicadas.”
da Redação

Comentários