Hacker está preso, Sérgio Moro ainda mais fortalecido e extrema-imprensa mais desmoralizada

Acabou. A farsa foi desmontada. O teatrinho armado que fez com que a esquerda brasileira subitamente se preocupasse com o "devido processo legal" durante 2 meses, foi desmascarado.

Com a prisão dos invasores, fica claro que havia uma organização criminosa altamente capaz por trás das invasões que municiaram os vazamentos do Intercept de Greenwald. E com certeza as investigações mostrarão os figurões por trás desse crime.

A parte boa é que identificamos quem são os interessados em acabar com a LavaJato e soltar Lula para que a esquerda limpe seus crimes e tenha alguma chance de voltar ao poder. A forma como alguns dos veículos de imprensa sincronizaram seus discursos anti-Moro com certos políticos de esquerda, não deixa dúvidas disso.

Os "vazamentos" em si eram a mais pura porcaria jornalística, eram assumidamente modificados antes de serem divulgados. Os diálogos tinham tão pouco valor probatório, que vários veículos de imprensa anti-Bolsonaro se negaram a continuar divulgando-os. Além da esgotosfera tradicional da esquerda, só Intercept, Veja e Folha insistiam na farsa.

"Peraí, se os diálogos são falsos, porque o hacker está sendo preso?" - A invasão ocorreu, comprovadamente. A organização invadiu os celulares e a privacidade de várias autoridades (nenhuma de esquerda, claro), com a clara intenção de desestabilizar o governo, derrubar Moro e libertar corruptos presos.

A organização teve acesso à dados pessoais das vítimas por meio de um crime. Um crime que coloca em risco a liberdade e a privacidade de todos os brasileiros. Tudo para benefício próprio.

"Mas e o conteúdo das mensagens, a PF não vai investigar" - (relincha o esquerdista lá do fundo com a boca suja de capim).

Investigar o que se o próprio Greenwald confirmou no Twitter que eles modificam as mensagens (inclusive errando nomes e horários). Até o momento, o que ele apresentou são edições que qualquer pessoa faz no bloco de notas em 5 minutos.

"Mas o Moro assumiu que as mensagens são dele"

Não assumiu não, ele simplesmente não negou algumas. Até porque, nada impede que sejam divulgadas mensagens verdadeiras apenas para que Moro confirme que são dele, para logo em seguida divulgar mensagens editadas que configurem crime por parte do Ministro. Dando aos vazamentos uma credibilidade que não tem.

"Basta Moro entregar o celular para confirmar a veracidade."

-Então é a vítima que tem que ser punida (ficando sem seu instrumento de trabalho) e investigada pela invasão que sofreu?

Há outro modo de comprovar a veracidade, Greenwald divulga sua fonte, divulga o material bruto, revela como faz as edições e como conseguiu o material. Pronto. Muito melhor investigar o lado associado com quem cometeu o crime do que investigar o lado de quem foi vítima dele.

Em resumo, Moro saiu fortalecido, o Hacker saiu preso, seus clientes saíram preocupados, parte da imprensa saiu (mais) desmoralizada, a esquerda saiu como piada e Lula NÃO saiu da cela. Parabéns Polícia Federal.

Frederico Rodrigues

Analista Político e Membro da Direita Goiás.

Comentários