E agora? A esquerda exigirá que Manu entregue o celular para a Polícia Federal?

Não esperem o mínimo de coerência da esquerda brasileira.

Em regra, são incoerentes e absolutamente inescrupulosos.

Durante toda a farsa do abjeto Verdevaldo fizeram um coro abominável para que o ministro Sérgio Moro e o procurador Deltan Dallagnol entregassem os seus celulares para que fossem periciados pela Polícia Federal.

Moro entregou, tão logo descobriu a invasão, ou a tentativa de invasão em seu aparelho.

Mesmo assim, a pilantragem prosseguiu cobrando insanamente a ‘entrega’ dos celulares.

Ora, Moro e Dallagnol foram vítimas da bandidagem virtual.

Exigir que vítimas se exponham é um acinte, mas os embusteiros fizeram justamente isso.

Todavia, nada como um dia após o outro, Manuela D’Ávila, a vice do poste, foi pega sorrateiramente como possível ‘comparsa’ do hacker.

Manuela não é vítima. Muito pelo contrário, teve participação no ato criminoso, que inclusive já confessou.

A pergunta que não quer calar é a seguinte: a esquerda exigirá que Manu entregue o seu celular.

Certamente que não.

O mau caratismo é latente.

José Tolentino

Jornalista. Editor do Jornal da Cidade Online.

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários