A longa ficha criminal e o estupro cometido pelo “amigo” da feminista Manuela D’Ávila

Olhem essa história do novo ícone da esquerda, o hacker Walter Delgatti Neto, o Vermelho, amigo da Manuela D'avila - a feminista.

Vermelho tem várias passagens pela polícia por tráfico, estelionato, etc, mas tem um acontecimento que vale a pena destacar:

Ele e o irmão foram abandonados pela mãe e criados pela avó. Um dia ele chegou na casa da cunhada e mostrou fotos do próprio irmão com outras mulheres, deixando a cunhada desesperada por conta da traição. Ofereceu um remédio para ela se acalmar, ela ficou dopada, fez sexo com ela, filmou e mostrou para o irmão na tentativa de provar que ela havia dado em cima dele: “ela sempre deu em cima de mim”, disse Vermelho na audiência.

O irmão acabou batendo na cunhada na frente do Vermelho, quase morta ela pediu ajuda na delegacia.

Quando a polícia chegou para prendê-lo, arrombou a porta e ele debochou “estava esperando por vocês”, os policiais questionaram de que forma ele sabia do mandado, foi aí que ele disse ser uma pessoa influente, que tem conhecidos na justiça e até insinuou um envolvimento sexual com uma juíza da cidade.

Detalhe: Ele mostrou aos policiais uma cópia escaneada de dois dias antes, com o mandado contra ele, além de outra ordem contra o irmão dele, todos com datas anteriores das ações.

Vaidoso, gosta de se gabar, machista, estuprador, enfim... um típico “macho escroto” que Manu - a feminista, resolveu se misturar…

Ps: A frota de carros do Vermelho:

BMW Z4, Hyundai Santa Fé e um Land Rover.

Parabéns às manas envolvidas!

Fonte: Revista Veja - “A longa ficha criminal do golpista de Araraquara”

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Político - Universidade Estácio de Sá - RJ.

Comentários