Manuela é o álibi de Verdevaldo (Veja o Vídeo)

Cuidado com a narrativa que a mídia aceita facilmente e está divulgando sobre o caso dos hackers e do The Intercept.

Quando falam que “o líder” está preso e destacam a participação de Manuela D'avila na trama, acabam endossando o álibi de Verdevaldo, de que foi um beneficiado ocasional e não o responsável por encomendar o crime contra Moro e demais autoridades.

Não havia a menor necessidade do hacker ligar pra Manuela, a não ser usá-la de laranja (de forma consentida por ela ou não) justamente para criar esse álibi. Aliás, nem hackers (no sentido mais especializado do termo) esses caras parecem ser. É só ver a ficha criminal deles e a falta de cuidados básicos que tiveram para apagar os rastros e evitar a prisão.

Um, que era DJ, já foi preso por receptação e falsificação de documentos; outro, apontado como líder, conhecido como Vermelho, já foi preso por falsidade ideológica e por tráfico de drogas; e outro já foi condenado por roubo. Estão mais para golpistas comuns em busca de oportunidade no mundo cibernético; peões perfeitos num xadrez de alto nível, onde cada jogada contém uma armadilha programada de acordo com as reações instintivas mais prováveis de cada “peça”.

Vejam, por exemplo, Sérgio Moro. Logo no começo, ao ter aceitado ir ao Senado e à Câmara, sem querer ele aceitou discutir algo que não deveria ser discutido antes de ser periciado, ou seja, colaborou indiretamente com a narrativa do The Intercept. Agora, ao ligar para algumas autoridades para tranquilizá-las, dizendo que o material (ou parte dele) seria destruído, dá brecha para a narrativa de que teria ferido o sigilo do processo e extrapolado a função de ministro. Com isso, será chamado novamente para se explicar, o que pode desgastar sua imagem e pesar na decisão do STF em afastá-lo ou não do caso do triplex.

Não caiam na tentação de subestimar Verdevaldo. Ele é truta do Snowden; sócio do multibilionário Pierre Omidyar; eminência parda do PSOL do Rio de Janeiro; fez de seu companheiro ser eleito vereador e deputado; criou uma narrativa que está pautando a mídia inteira há meses; está ajudando a causar transtorno para Bolsonaro; está ajudando a turma Lula Livre; e está abrindo as portas para um mercado de lavagem de informação roubada (será ele que ainda tem muita coisa do Snowden guardada?). Tudo isso em considerável segurança frente às leis brasileiras.

Verdevaldo pode ser tudo, menos bobo. E parece estar alguns passos à frente nesse jogo que ele mesmo armou. Então, não se empolguem, nem mesmo com o que parece ser boa notícia.

Veja o vídeo:

Herbert Passos Neto

Jornalista. Analista e ativista político.

Comentários