Bolsonaro explica o motivo de não ter recorrido da sentença que considerou Adélio inimputável (Veja o Vídeo)

Muita gente entranhou o fato de os advogados do presidente Jair Balsonaro não terem recorrido da sentença que considerou Adélio Bispo de Oliveira inimputável. Ou seja, o autor da tentativa de homicídio não será julgado pelo crime que cometeu. Está livre de qualquer pena.

A explicação é estratégica.

Caso fosse considerado uma pessoa normal, Adélio seria julgado tão somente pelo crime de tentativa de homicídio. Assim, mesmo com as agravantes que seriam consideradas, em pouco tempo estaria solto.

Por outro lado, em sendo o criminoso considerado “maluco” e, portanto, inimputável, está fatalmente condenado a uma prisão perpétua em um manicômio judicial.

No vídeo abaixo, o próprio Bolsonaro explica a questão.

Veja o vídeo:

da Redação

Comentários