Mais um dia de Glória para a PF: termina a caçada ao “doleiro dos doleiros”

A caçada aos criminosos continua, implacável. O Ministro da Justiça e Segurança Pública talvez seja o homem mais competente e íntegro do Brasil. E não se iludam, enquanto a esquerda e os corruptos berram, têm faniquitos, dão chiliques e se estrebucham, Moro trabalha em silêncio.

Com todo o respeito, é o famoso “come quieto” da equipe de ministros do governo Bolsonaro. Discreto, é casado com a elegantíssima Rosângela Wolff Moro.

Sob o comando do Ministro, A PF acaba de prender em São Paulo o doleiro Dario Messer, que estava foragido desde o ano passado.

O doleiro, que é réu na Justiça Federal na Operação Câmbio, Desligo, é alvo de investigações desde a década passada, ainda no caso Banestado, e no Mensalão. Tem o apelido de “doleiro dos doleiros”.

Segundo a Folha, “Dario Messer é acusado de coordenar um megaesquema de lavagem de dinheiro, com o uso de processos sofisticados como contas de distribuição dos recursos e mais de 400 clientes, incluindo o ex-governador do Rio Sérgio Cabral, preso pela Lava Jato desde 2016.”

(…)

A Operação Câmbio, Desligo, na qual ele foi o principal alvo, é até hoje a maior fase da Lava Jato em número de presos, com 49 mandados de prisão preventiva expedidos pelo juiz federal Marcelo Bretas.”

Lucia Sweet

Jornalista

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários