A caçada irracional ao procurador Deltan…

- Ação: Raquel Dodge emite nota alegando que não afastará Deltan e que nem poderia, porque isso afeta o princípio constitucional da inamovibilidade, que é garantia pessoal dos Procuradores.

- Reação: Alexandre de Moraes usa a caneta para afastar dois servidores da Receita Federal, envolvidos em inquéritos sigilosos contra os ministros.

Assim, o ministro abriu um precedente para afastar Deltan de suas funções, também pela caneta, por meio de uma cautelar.

Se alguma autoridade quiser salvar Deltan, terá que comprar a briga com o STF.

Aliás, só a força da sociedade pode salvar o bravo procurador.

Raquel Brugnera

Pós Graduando em Comunicação Eleitoral, Estratégia e Marketing Político - Universidade Estácio de Sá - RJ.

Comentários