Em análise brilhante, Alexandre Garcia faz o “hipotético” liame entre Adélio, Jean, Manuela e Glenn (Veja o Vídeo)

“Qualquer semelhança com nomes, pessoas, fatos ou situações da vida real terá sido mera coincidência”, adverte o Alexandre Garcia.

Na sequência ele enumera uma série de fatos. Tudo coincidência.

Desde o esfaqueamento de um candidato a presidência em 06 de setembro de 2018, passando pela inimputabilidade do agressor, a renúncia de um deputado federal, a posse do suplente que fica em seu lugar, marido de um americano que passa a divulgar mensagens roubadas.

O jornalista ainda comenta sobre os hackers e Manuela D’Ávila.

Ao final questiona: Qual o objetivo?

E responde.

Veja no vídeo a resposta elucidativa de Alexandre Garcia.

da Redação

Comentários