Visita de Bolsonaro ao “Canhão do Arruda”, uma das vítimas do grupo do pai de Santa Cruz, viraliza na rede (Veja o Vídeo)

Neste domingo (4) vimos Jair Bolsonaro “roots” em ação. Ao vivo, em tempo real, para reagir à mentirosa reportagem-provocação do Fantástico, ele solta nas suas redes sociais um vídeo-resposta impactante da entrevista que fez em 2016 com uma vítima dos terroristas no atentado do Aeroporto de Guararapes, Recife/PE, em 1966.

O vídeo é de fazer tremer de medo qualquer um que tenha bom-senso, e que pense o que seria do Brasil hoje se a Esquerda tivesse ganhado a guerrilha armada (ou até mesmo a eleição do ano passado).

A História desse período de 64/85 foi, sim, reescrita. “Puxou-se sardinha” para o lado dos guerrilheiros/terroristas, e demonizou-se as forças de segurança do Estado.

Se estivéssemos em uma fábula, em uma brincadeira de “polícia e ladrão”, de “mocinho e bandido”, é como se de repente todos passassem a torcer para o ladrão, para o bandido.

Já passou da hora de reconhecer que houve excessos por parte dos 2 lados, nesse período turbulento da História do país, e de deixar isso no passado de fato.

Tem que parar com esse “revisionismo” e “revanchismo” estúpido que a Esquerda tenta fazer a todo tempo.

E Bolsonaro conseguiu desmascarar a mentira que durante anos foi empurrada goela abaixo de todos, colocando, finalmente, o assunto na pauta da sociedade.

Nada melhor do que a verdade. A verdade realmente liberta.

Veja o vídeo:

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários