Hipocrisia na mídia: armas legais são realmente a causa da violência? Vejamos...

1. Os EUA possuem 300 milhões de armas legais nas mão de seus cidadãos, o Brasil "desarmado e pacífico" (igual a esquerda quer) possui menos de 1 milhão. Nossa taxa de homicídio é 6 vezes maior que dos EUA!!

2. "Ain, mas não podemos comparar os EUA com o Brasil" - diz o esquerdista com a boca ainda suja de capim. Verdade, vamos comparar EUA com EUA: as cidades mais violentas dos EUA, como Chicago e Baltimore, são as que mais possuem restrições para o acesso às armas.

3. "Ain, mas os EUA são muito violentos em comparação com outros países de 1° mundo" - insiste o asno. Os EUA são violentos em comparação à outros países ricos, justamente por causa das cidades/estados governados pela esquerda que puxam os índices de violência para cima. Se retiraramos as cidades governadas por democratas, como St. Louis e Detroit, os índices de violência dos EUA ficam comparados com os da Suiça.

4. O problema nos EUA não são as armas, são as condições criadas para que malucos e terroristas cometam esses crimes com facilidade. Joe Biden, vice de Obama e possível concorrente de Trump em 2020, introduziu em 1990 as chamadas "Gun Free Zones" (zonas livres de armas) que proíbe que armas sejam portadas em áreas determinadas (escolas, igrejas, supermercados etc). Resultado? O número de ataques nesses locais explodiu, pois o assassino sabe que ninguém poderá pará-lo. Mais de 90% dos ataques nos EUA ocorrem nas Gun Free Zones e nos que ocorrem fora, os assassinos são rapidamente impedidos por outra pessoa armada e quase não produzem vítimas.

5. A esquerda se opõe ferozmente à pena de morte para terroristas, e só faz questão de divulgar o caso, se o terrorista for um supremascista branco. Caso o terrorista seja ligado diretamente à esquerda, o caso é rapidamente abafado.

Terrorista merece a pena de morte, não importa qual ideologia utilize para justificar seus crimes. A direita entende isso, a esquerda não.

6. Quando a esquerda tenta retirar dos cidadãos americanos o direito ao acesso às armas, ela quer somente replicar lá a violência que existe aqui. Armas legais não produzem violência, políticas de esquerda sim. Isso não é opinião, é fato.

É sempre a mesma coisa. Ocorre uma tragédia e automaticamente toda a máquina de desinformação esquerdista se une para tentar empurrar suas políticas autoritárias e retirar direitos do cidadão.

Mal esperam os corpos das vítimas esfriar e já sobem em cima delas para fazê-los de palanque. Hoje, após um ataque terrorista nos EUA, mais uma vez os esquerdistas querem retirar do cidadão que não comete crimes, o direito de se defender.

Frederico Rodrigues

Analista Político e Membro da Direita Goiás.

Comentários