O lado bom da raiva é saber que 70 parlamentares foram ao STF fazer pressão por “Lula Preso” (Veja o Vídeo)

Hoje é dia para sentir raiva.

Raiva de ver um Supremo Tribunal que usurpa a competência do Tribunal Inferior e julga, em velocidade relâmpago de algumas poucas horas, um caso que envolve uma mera transferência de preso, apenas porque esse preso é o ex-presidente Lula.

Raiva de ver que um grupo de mais de 70 parlamentares, da Câmara dos Deputados e do Senado, resolve “marchar” em direção ao STF para pressionar o Presidente daquela Corte, para que ele mande o Tribunal apreciar esse caso da transferência de Lula para outro presídio, largando os seus afazeres parlamentares, como a votação da Reforma da Previdência.

Raiva de ver a situação de impotência frente à assustadora demonstração de poder colossal de uma Suprema Corte, que quase por unanimidade de votos, em pouquíssimo tempo cassa a decisão de uma juíza de 1ª instância, sem que se possa fazer nada, sem que se possa reclamar com quem quer que seja.

Dá raiva. Muita raiva.

Mas não sinto raiva do Brasil, como alguns dizem. Eu sinto raiva mesmo é de alguns brasileiros, que acham que isso aqui é um país onde o crime compensa, e onde algumas pessoas têm o direito de ser intocáveis ou de receber um tratamento legal diferenciado.

E sinto raiva principalmente de outros brasileiros, que ficam fazendo cara de “nojinho” para tudo relacionado ao Presidente Bolsonaro, esquecendo-se que ele foi democraticamente eleito, e que pegam no seu pé por filigranas e questões sem importância. Sinto raiva desses aí porque não têm senso de proporção, e não conseguem avaliar os riscos de se permitir eventualmente, com a ajuda de seu comportamento de “isentão”, que o grupo da esquerda criminosa que já governou o país volte ao Poder.

Para esses, a única coisa que eu espero é que, um dia, depois dos graves acontecimentos de hoje, eles enxerguem o que está em jogo, e parem de ficar de “mimimi” com o Governo Bolsonaro, ao perceberem, finalmente, que a presença de Lula e do PT ainda assombra a Nação, com seus tentáculos sobre as instituições (especialmente a Suprema Corte).

A única boa nisso tudo (se é que pode ser chamada de boa) é perceber que, no fundo, o grupo de mais de 70 parlamentares que foi fazer pressão no STF hoje foi, na verdade, pedir que Lula continue preso. De “Lula livre”, transformaram-se em “Lula preso”.

Veja o vídeo:

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários