Moro: "Se o resultado das eleições fosse diferente, estaríamos discutindo anistia a criminosos" (veja o vídeo)

Em conversa com a imprensa na manhã desta sexta-feira, 9, o ministro da Justiça, Sérgio Moro, ironizou as políticas frouxas de combate ao crime da era petista.

Questionado sobre o pacote anticrime, Moro afirmou que o projeto é do governo Bolsonaro, e que não teria sido possível caso o resultado das eleições de 2018 tivessem sido diferentes. Para ele, se Bolsonaro não tivesse sido eleito, provavelmente a Câmara estaria discutindo projetos de anistia a criminosos ao invés de endurecer o combate ao crime. Moro ainda garantiu não se sentir pressionado pelo presidente, mas que talvez se sinta pressionado pela imprensa.

da Redação

Comentários