Frota espinafrado é banido do PSL

Há pouco tempo, Alexandre Frota, figura marcante da campanha de Bolsonaro em 2018, teve suas indicações para cargos na Ancine -Agência Nacional de Cinema- vetadas definitivamente pelo presidente.

Frota, figura controversa, acabou perdendo também o poder no diretório municipal de Cotia.

A partir, daí, a situação azedou.

Frota começou a espetar frequentemente seus colegas de partido e o próprio presidente, que acusou de praticar 'a velha política’ quando indicou o filho para a embaixada em Washington.

Arrumou briga e bateu de frente com praticamente toda a cúpula de seu partido, o PSL.

Culpou os ministros Onyx Lorenzoni e Osmar Terra pelo veto às suas indicações para a Ancine.

Se aproximou do oportunista almofadinha João Dória e quando criticado por Carla Zambelli reagiu atacando a colega.

Major Olímpio também não foi poupado por Frota, a quem acusou de instalar uma milícia de ex PMs no PSL.

Olímpio não gostou nada e pediu a expulsão de Frota.

A gota d’água foi a abstenção de Frota na votação do segundo turno da Reforma da Previdência.

Entre 495 políticos, Frota foi o único a se abster de votar.

O gesto acabou rendendo a Frota a acusação de traidor e, espinafrado por Carla Zambelli, Caroline de Toni, Bia Kicis, Luiz Philippe de Orleans e Bragança e Major Olímpio foi expulso hoje do PSL.

Dizem por aí que Frota deve acabar no DEM, que é conhecido por acolher figuras duvidosas da política.

Coerente.

Como dizia minha saudosa avó, cada macaco no seu galho.

E por aqui árvore é o que não falta para políticos como ele.

Marco Angeli Full

https://www.marcoangeli.com.br

Artista plástico, publicitário e diretor de criação.

Comentários