Os três patetas da Rede Globo e o ridículo histórico das defecções verbais

Demétrio Magnoli com sua cara de areia mijada, com sua expressão facial de quem come cocô e a Mônica Waldvogel, a versão mais elegante da Magda Patalógica, disseram no “Em Pauta” que Bolsonaro é o “grande derrotado nas eleições argentinas de domingo”.

Já Gérson Camarotti, o comentarista babão, disse no mesmo programa da Globo News “estar estupefato e chocado, pois após a posse de Bolsonaro já encontrou pessoas revirando lixo em Brasília; coisa que nunca tinha visto antes em nenhum lugar do Brasil”.

Depois a mesma Mônica disse que “no Brasil atual há uma desesperança, insegurança e desconfiança histórica generalizada; que o Brasil está empacado em razão do estilo do Presidente Bolsonaro”.

Só rindo destes imbecis, que é um termo usado por psiquiatras para denotar uma categoria de pessoas com deficiência intelectual moderada a grave e fracos de espírito.

Em síntese, pessoas com um QI de 26-50, que estão entre "idiotas" e "retardados”. Tudo isso com a má-fé intelectual de gente com caráter duvidoso.

#GloboLixo

Luiz Carlos Nemetz

Advogado membro do Conselho Gestor da Nemetz, Kuhnen, Dalmarco & Pamplona Novaes, professor, autor de obras na área do direito e literárias e conferencista.
@LCNemetz

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários