Prisão de Bumlai deixa Lula em desespero. Saiba mais sobre a estratégia do Juiz Moro

Enquanto o ex-diretor da área internacional da Petrobras passa a ser mais um tormento na vida da presidente Dilma Roussef, o ex-presidente Luis Inácio Lula da Silva vive situação semelhante em razão da prisão de seu amigo José Carlos Bumlai.
A proximidade entre os dois é inegável, desde que se conheceram, em 2002. A empatia entre o então candidato e o fazendeiro foi imediata. Após a eleição, Bumlai chegou a ser convidado para assumir o ministério da Agricultura. Não quis. Preferiu aprofundar a amizade, sem o compromisso de subordinação, mas com 'passe livre' para agilizar negócios.
Certa feita, Lula ficou por uma semana na fazenda de Bumlai. Ali ele gravou os programas sobre agronegócios que foram utilizados na sua campanha política. Numa entrevista, Bumlai disse: “Quando o conheci, apresentado pelo governador Zeca do PT, fiquei impressionado com a sua visão sobre todos os problemas brasileiros. Todos os dias nós ficávamos conversando até as três, quatro da manhã".
De fato, a amizade cresceu, a ponto dos filhos de Lula - Fabio Luis e Luis Claudio - terem montado os seus respectivos escritórios em salas cedidas por José Carlos Bumlai, situação que fez do empresário um amigo intimo da familia, conselheiro do pai e dos filhos.
Nesse sentido, o Juiz Sergio Moro, inteligente e perspicaz, está cercando tudo com muito critério. Qualquer investida direta contra o próprio Lula é perigosa e está eivada de inúmeros riscos. A ira do PT é inimaginável. Então, uma das estratégias é cada vez mais enfraquecer o partido.
Além disso, o MST e o MTST estão de prontidão, dispostos a promover o confronto. E o PT de Lula tem o comando do Poder Executivo e consequentemente da Força Nacional. 
Caso o PT não fosse governo, Lula já estaria preso.
Sérgio Moro é corajoso, mas também é extremamente responsável e cauteloso.
Só vai avançar com absoluta segurança, sem correr riscos com ações de grupos radicais.

                                       https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Política