Impetrado o segundo Mandado de Segurança contra a votação da Lei de Abuso de Autoridade

Mais um Mandado de Segurança foi ajuizado nesta sexta-feira (16) contra a esdrúxula votação da Lei de Abuso de Autoridade.

A maneira como 'Botafogo' conduziu a votação, afrontando o regimento interno, impedindo os deputados de manifestarem os seus votos nominalmente, não pode prosperar.

Ao Supremo Tribunal Federal é dada mais uma oportunidade de fazer cumprir a lei. Nossa Suprema Corte não pode mais continuar atuando politicamente.

O novo ‘mandamus’ foi proposto pelos deputados do PSL, encabeçados por Luiz Philippe de Orleans e Bragança.

da Redação

Comentários