Petistas que atacaram avó de Michelle não atentaram para o passado de Aristides, o pai de Lula

Qualquer pessoa de bem não está imune de ter em sua própria família verdadeiras ‘ovelhas negras’.

Assim como um filho, mesmo que renegue, pode ser uma cópia exata do pai ou da mãe.

Lula certamente saiu como o pai, apenas teve mais sorte na vida, esperto, astuto, dono de um incontestável poder de liderança, conseguiu enganar milhões de incautos e, em determinado momento, quase que um país inteiro.

Assim causa asco ver petistas se valendo de um passado pouco recomendável da avó da primeira-dama do país, para atacá-la de maneira sórdida e insana.

Para tanto, basta recorrer a descrição do velho Aristides feita pela Revista Época em 2002.

"O pai de Lula, morto em 1978 de alcoolismo, sobrevive nas lembranças do filho como pura dor. Ele foi sepultado como indigente no cemitério de Vicente de Carvalho, no litoral paulista. Nenhum dos filhos quis retirá-lo da vala comum dos desvalidos para lhe dar um túmulo e um epitáfio. 'Morreu. Tava feito', diz o filho mais ilustre. O que Lula se esforça para enterrar é a herança de Aristides: abandono e brutalidade."
(...)
"Aristides foi um déspota familiar típico, que aplicava surras constantes e inexplicáveis nos filhos, negando a eles qualquer possibilidade de progresso ao lhes proibir estudar. Se tivesse desaparecido da vida de Lula mais cedo, talvez as marcas deixadas fossem menos difíceis de apagar."
(...)
"(…) não se trata de lidar com o abandono do pai, como tantos órfãos que aos poucos aprendem a suportar a dor de uma ausência, mas de carregar a lembrança de humilhações sucessivas por parte de um personagem cujo papel, para a maioria das pessoas, é de fundador da personalidade e semeador de esperanças."
(...)
"A mãe, Eurídice Ferreira de Mello, a dona Lindu, abandonou Aristides depois de um longo rosário de sofrimentos, levando pela mão os oito filhos. Até morrer, em 1980, de câncer, cumpriu o juramento feito ao marido de nunca mais lhe botar os olhos. Apenas Genival da Silva, o Vavá, visitava o pai em Santos."
(...)
"Dos traços físicos paternos, os irmãos só admitem que Lula herdou o nariz."

Está ai uma mentira deslavada. Lula foi o Aristides que deu certo, até ser preso por um dos inúmeros crimes que cometeu.

A matéria completa pode ser lida no seguinte link: Revista Época

Comentários