Prisão de genro de Emílio Odebrecht vira preventiva e pânico está instalado entre ‘coronéis’ petistas

O juiz Luiz Antônio Bonat, substituto de Sérgio Moro na Lava Jato, acaba de transformar a prisão temporária de Maurício Ferro, diretor jurídico da Construtora Odebrecht, em prisão preventiva.

É o primeiro resultado concreto da delação de Antonio Palocci, que será devastadora para toda a cúpula do PT.

Ninguém sairá ileso.

Palocci entregou toda a Organização Criminosa.

Aqueles que estão sem foro privilegiado poderão sentir os efeitos da ‘Operação Pentiti’ já nos próximos dias.

Aliás, Guido Mantega já está trajando tornozeleira eletrônica.

José Eduardo Cardozo, Mercadante, Fernando Pimentel, Dilma Rousseff e Lula, que são alguns dos que não detém o infame foro especial, não perdem por esperar.

Resta saber quando o PT irá começar a dizer que o novo juiz da Lava Jato está a serviço dos Estados Unidos e foi treinado pelo FBI.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários