“Hoje, estaremos nas ruas para dizer que não aceitamos a infame Lei de Abuso de Autoridade”, diz Modesto Carvalhosa

Em texto publicado na manhã deste domingo (25) o inigualável jurista Modesto Carvalhosa, do alto de seus 87 anos de sabedoria, faz uma convocação às pessoas de bem. Todos na rua neste 25 de agosto, contra a Lei de Abuso de Autoridade e, consequentemente, pelo VETO TOTAL do presidente Jair Bolsonaro.

Veja abaixo a íntegra do texto:

"A sórdida 'Lei de Abuso de Autoridade' servirá não só para beneficiar os políticos, os 'garantistas' do STF, suas famílias, seus amigos e os empresários corruptos, mas também o crime organizado, transformando o Brasil num paraíso internacional de lavagem de dinheiro e impunidade para os criminosos comuns que infestam o nosso País.
Para 'comemorar' a aprovação do infame projeto, o popularíssimo Presidente da Câmara declarou solenemente: 'Nós entendemos que esse texto atinge de FORMA DEMOCRÁTICA todos aqueles que, revestidos (“sic”) de cargo público, possam cometer abuso de autoridade'.
Tradução: a impunidade estará DEMOCRATICAMENTE garantida não apenas para as autoridades, políticos e empresários corruptos mas será estendida a todos os delinquentes, assassinos, ladrões, estelionatários, chefes do crime organizado, contrabandistas, traficantes. Enfim, DEMOCRATICAMENTE, beneficiará a todo tipo de criminosos.
Se a lei não for integralmente vetada, será considerado CRIME DE ABUSO DE AUTORIDADE iniciar qualquer procedimento penal, civil ou administrativo 'SEM JUSTA CAUSA FUNDAMENTADA', sob pena de a autoridade ser condenada a 4 anos de prisão, multa, perda do cargo etc., o que valerá para juízes, promotores, delegados e agentes de fiscalização em geral.
Façamos a nossa parte!
Vamos repudiar nas ruas esse criminoso projeto de lei.
O que está em risco é a Lava Jato, o que está em risco é a segurança de toda a cidadania!
Por isso, vamos encher as ruas do Brasil inteiro com o mais veemente e altissonante brado cívico:
– VETA TUDO, BOLSONARO!
da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários