Bolsonaro desmente informação sobre couro: "As exportações seguem normais."

O Presidente Bolsonaro usou as redes sociais, para desmascarar mais uma informação inverídica que circulava pela grande imprensa:

"- Mais cedo jornais publicaram que 18 marcas suspenderam a compra de couro brasileiro. Àqueles que torcem contra o país e que vergonhosamente divulgaram felizes a notícia, informo que o Centro de Indústria de Curtumes do Brasil negou tal suspensão. As exportações seguem normais."

Mais cedo o presidente-executivo do Centro das Indústrias de Curtumes do Brasil (CICB), José Fernando Bello, negou que importadores de couro brasileiro vão suspender compras do produto.O presidente do CICB disse também que não há intenção de os importadores boicotarem ou restringirem compras do produto brasileiro. Segundo ele, em contato com o CICB, o importador explicou que vai continuar com os pedidos em andamento, mas que gostaria de "esclarecimento adicionais" sobre a origem e rastreabilidade do produto.

"Recebemos este relato de uma indústria brasileira e, quando esclarecemos o fato com o cliente internacional, obtivemos a informação de que não haverá cancelamentos", acrescentou o presidente do CICB.

da Redação

Comentários