O silêncio sepulcral da esquerda ante a queda gigantesca de homicídios de negros e pobres no atual governo

Só passando pra lembrar que nenhum esquerdista comemorou a queda de 22% nos assassinatos no País durante a gestão Bolsonaro.

1. A esquerda sempre disse que os negros e os mais pobres são as principais vítimas da violência.
2. Uma queda de 22% nos assassinatos, representaria então milhares de vidas de negros e pobres sendo poupadas.

Ou seja, no governo Bolsonaro muito menos negros e pobres estão sendo mortos do que eram nos governos da esquerda.

Se a esquerda se preocupasse com as minorias, teria comemorado este fato. A esquerda não se preocupa com minorias, ela as usa para tomar e manter o poder.

Qualquer membro de minoria que perceba isso é automaticamente atacado e tachado de traidor pela militância.

A esquerda não quer minorias pensando de forma independente e não hesitaria nem por um segundo em aumentar os índices de assassinatos de negros e pobres, se isso os colocasse de volta no poder.

Frederico Rodrigues

Analista Político e Membro da Direita Goiás.

Comentários