Delcídio: acabar como 'Boécio' ou como salvador da pátria?

Eu entendo que a situação processual do Delcidio é muito complicada.
Nenhum Ministro do STF terá peito para soltá-lo diante dos argumentos que fundamentaram sua prisão e do contexto.
Se efetivamente tiver um grampo de uma conversa dele com um Ministro, fica mais complicado ainda.
Ontem, o Jornal da Globo, colocou os Ministros do STF no centro da questão e eles estão tremendo, pois tá muito perto de respingar no STF.
Também acho que se o PT, em nota pública e oficial, disse que não se solidariza com ele, ele está moralmente livre para romper com o PT.
Portanto, Senador, como seu amigo, se tem coisa errada mesmo, não demore para assinar logo a delação, pois se outro Senador for preso ou o Cunha for preso, talvez não existirá mais interesse na sua delação. 
Aproveita e já inclui o Puccinelli na tua delação. 
MS te perdoa se o Pucccinelli for preso.
Isto resultará em evidente limpa no TJMS e numa nova era democrática em nosso MS!
A classe política de MS não está fazendo piada desde a derrota para o Azambuja...
Então, destrua a classe política de MS!
Vamos colocar os bandidos de carreira de verdade no lugar deles!
Eu estarei irredutivelmente ao seu lado, inclusive financeiramente, não importa o que tenha feito, se derrubar a mafiocracia que me prendeu!
Coloco dez milhões em sua defesa e para arrumar sua vida.
Pago advogados para processar cada um que atacar tua família.
Prometo entregar o AJ de bandeja quebradinho (falido).
E não se esqueça, o Roberto Jefferson saiu eleitoralmente forte depois do que fez!
É uma questão de ir para cima!
Ficar inerte, é acabar como Boécio, o último romano, mestre de ofício do Rei (ou seja, líder do governo), trancafiado, por ordem de Teodorico, ratificada pelo Senado, num calabouço, sem bens, honra, nome e voz, em função de saber demais, em uma briga com o imperador Justino I.
Eduardo Bottura
Engenheiro e empresário

                                        https://www.facebook.com/jornaldacidadeonline
Se você é a favor de uma imprensa totalmente livre e imparcial, colabore curtindo a nossa página no Facebook e visitando com frequência o site do Jornal da Cidade Online. 

da Redação

Siga-nos no Twitter!

Notícias relacionadas

Comentários

Mais em Opinião