TCE

Caso de Gleisi deve ir para as mãos de Bonat, o temido substituto de Moro

Gleisi Hoffmann, a ex-senadora e eterna difamadora do ex-juiz Sérgio Moro, a ‘amante’ nas planilhas de propina da Odebrecht, deve ter o seu julgamento encaminhado bem mais rápido do que ela imaginava.

Sabedora de que sua reeleição para o senado seria impossível, a espertalhona saiu candidata a deputada federal, a fim de manter o infame foro privilegiado.

Como candidata a Câmara Federal foi eleita até com razoável facilidade. O petismo e os incautos petistas sobrevivem e ainda são numerosos.

Entretanto, Gleisi acaba de ser surpreendida com uma investida inesperada.

A Procuradora-Geral da República Raquel Dodge entende que a ‘amante’, nos supostos crimes cometidos na Organização Criminosa petista não faz mas jus ao foro especial.

A PGR argumenta que os crimes foram perpetrados quando ela era senadora e que agora, como deputada, já não estão mais relacionados ao atual mandato.

A decisão cabe ao ministro Edson Fachin.

Tudo indica que Gleisi deve ir para Curitiba, sua terra por sinal.

E será julgada pelo juiz Luiz Antônio Bonat, que tem se mostrado tão justo e implacável quanto o seu antecessor.

da Redação

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários