Manuela depõe e “mentira” fica explícita (Veja o Vídeo)

Manuela mente.

A ex-candidata a vice do infame poste teve mais de um mês para se preparar para o seu depoimento, mas, de cara, caiu numa contradição.

Um mero detalhe, mas importantíssimo, quando se trata de uma investigação repleta de nuances.

Logo que o caso veio a tona, Manuela disse que apenas teria atuado como intermediária entre o hacker e Glenn.

O hacker, Walter Delgatti Neto, por sua vez, afirmou textualmente que procurou Greenwald, por intermédio de Manuela, por conta de sua atuação no caso de Edward Snowden, que envolveu vazamentos de dados sigilosos do governo dos Estados Unidos.

A princípio, em nota divulgada na época, Manuela confirmou essa narrativa.

Porém, em seu depoimento prestado à Polícia Federal na última quarta-feira (28), a ex-candidata disse outra coisa:

“Fiquei na linha com os meus advogados, e sugeri, então, que a pessoa fizesse contato com o Glenn”.

Portanto, parece óbvia a contradição.

O hacker diz que por sua iniciativa procurou Glenn. Manuela, que havia confirmado a informação, agora, por certo tomada pelo nervosismo que normalmente acomete os culpados, afirma que foi ela que sugeriu que o hacker procurasse o pseudo jornalista americano.

É apenas um detalhe, mas que evidencia uma história construída, que não se sustenta.

Abaixo, o vídeo com a opinião do jornalista Augusto Nunes sobre a impostora:

Fonte: Folha de S.Paulo

O jornalismo em que você confia depende de você. Colabore com a independência do Jornal da Cidade Online doando qualquer valor. Acesse: apoia.se/jornaldacidadeonline

Comentários